Statue of Alessandro Manzoni

A  NOSSA  FILOSOFIA

A nossa filosofia è fazer da sua viajem uma experiência inesquecìvel: queremos transmtir a cultura da nossa cidade, do nosso paìs não sò por meio de noções e datas, mas com o descubrimento de lugares escondidos, de històrias nunca contadas. Não sò arte e història, mas tambem paradas agradàveis saboreando a cozinha milanesa, vendo as montras, visitando exposições. Uma viajem è um prazer do espìrito humano, do que nasce um impulso indomàvel para descobrir, conhecer e entender o que està alèm dos nossos limites mentais e geogràficos…

O papel do guìa turistico è duplo: dum lado realiza a ideia de acolhimento, de aceitação dos outros, de abertura ao diàlogo com pessoas que seguiram estudos diversos e provêm de nações diversas; doutro lado è cultural, quer dizer, expreme a identidade do lugar visitado.

O guìa è o “trait d’union” entre as duas culturas e muitas vezes è a ùnica pessoa local conhecida pelo turista com quem trocar opiniões e pontos de vista; alèm disso, êle sabe optimizar os tempos e a qualidade da visita. O guìa encarna a cidade,  desperta o interesse na visita, cria um conto e deixa uma boa lembrança da viagem, modificando assim por sempre no turista a imagem do lugar que visitou. Milão è tudo isso: uma cidade famosa mas escondida, que descobrir passeando conosco entre palàcios, pàtios, museus, igrejas e jardins.

A nossa tarefa è satifazer o turista: por isso visamos a qualidade, não sò a quantidade!

Bosco Verticale

Statue of Alessandro Manzoni

A  NOSSA  FILOSOFIA

A nossa filosofia è fazer da sua viajem uma experiência inesquecìvel: queremos transmtir a cultura da nossa cidade, do nosso paìs não sò por meio de noções e datas, mas com o descubrimento de lugares escondidos, de històrias nunca contadas. Não sò arte e història, mas tambem paradas agradàveis saboreando a cozinha milanesa, vendo as montras, visitando exposições. Uma viajem è um prazer do espìrito humano, do que nasce um impulso indomàvel para descobrir, conhecer e entender o que està alèm dos nossos limites mentais e geogràficos…

O papel do guìa turistico è duplo: dum lado realiza a ideia de acolhimento, de aceitação dos outros, de abertura ao diàlogo com pessoas que seguiram estudos diversos e provêm de nações diversas; doutro lado è cultural, quer dizer, expreme a identidade do lugar visitado.

O guìa è o “trait d’union” entre as duas culturas e muitas vezes è a ùnica pessoa local conhecida pelo turista com quem trocar opiniões e pontos de vista; alèm disso, êle sabe optimizar os tempos e a qualidade da visita. O guìa encarna a cidade,  desperta o interesse na visita, cria um conto e deixa uma boa lembrança da viagem, modificando assim por sempre no turista a imagem do lugar que visitou. Milão è tudo isso: uma cidade famosa mas escondida, que descobrir passeando conosco entre palàcios, pàtios, museus, igrejas e jardins.

A nossa tarefa è satifazer o turista: por isso visamos a qualidade, não sò a quantidade!


Bosco Verticale